EMAGRECIMENTO

Como absorver melhor o ferro dos alimentos?

Sem ferro não poderíamos viver. Simples assim.


Este mineral é fundamental para o nosso organismo e se alguma vez você já teve anemia, saberá muito bem.


Se terão mandando tomar os comprimidos de ferro com um sabor característico a pregos enferrujados, difícil de esquecer.


Em condições normais, é o nosso intestino que regula a absorção do ferro.


No entanto, existem alguns alimentos que podem interferir no processo de absorção, ou, pelo contrário, facilitarlo.


Agora, se você é das pessoas que gosta de comer um bom chuleton, não acho que tenha problemas de falta de ferro. E isso, porque será? Porque o ferro heme, assim se chama o ferro encontrado em carnes, é absorvido muito bem para o nosso organismo.


Assim, uma dieta equilibrada, onde não faltam os alimentos de origem animal, deve ser suficiente para estar sobrados de ferro.


Agora, o problema tem quando a dieta é pobre em carne. Por exemplo, se você é vegetariano ou vegano. Aí temos de ser mais espertos e brincar com as combinações de alimentos, para tirar o máximo proveito dos produtos ricos em ferro.


Alguns dos alimentos mais ricos em ferro são: fígado, rins, carne, mariscos, ostras, peru, atum, salmão, gema de Ovo, leguminosas, frutos secos, cereais fortificados com ferro e grãos integrais.



Como eu disse antes, o que come habitualmente carnes vermelhas, frutos do mar ou carne de órgãos (fígado, rins, etc..), ou peixes gordos, em teoria, não corre perigo de contrair uma anemia deficiência de ferro (anemia por deficiência de ferro).


É agora que te ensinou alguns truques de alimentação, onde você pode combinar os alimentos ricos em ferro, com aqueles alimentos que facilitam a absorção do ferro não heme e, pelo contrário, evitar os alimentos que dificultam a sua absorção.


ferro


Um dos nutrientes que melhor vai para assimilar o ferro dos vegetais é a vitamina C. É importante que consumas alimentos ricos neste nutriente (laranja, limão, kiwi, morangos, etc.).


ferro


Adicionar o vinagre, as leguminosas (lentilhas, grão-de-bico, feijões), é outra forma de acidificar o meio de melhorar a biodisponibilidade do ferro não heme.
Há diferentes fatores que inibem a absorção do ferro.


Por exemplo, os alimentos alcalinos. O leite é um exemplo claro já que neutraliza o ácido segregado no estômago. Um conselho é que você evite os lácteos, quando você está comendo alimentos ricos em ferro.


Os fostatos (leite, soja, etc) e oxalatos (espinafre, beterraba, acelga, etc) são substâncias que também dificultam a assimilação do ferro.
Com os taninos passa mais do mesmo.


Inibem a absorção do ferro. Assim, quando se vírgulas um bom prato de lentilhas, não andes com um copo de vinho, ou depois de comer, espere alguns minutos para tomar o chá ou o café. Estas três bebidas são muito ricas em taninos.


Bom, espero que as minhas dicas lhe sejam úteis. É uma boa forma de rentabilizar o que se come, aproveitando cada um dos nutrientes.

EMAGRECIMENTO

Receita de suco antioxidante | Sua Saúde e bem-Estar


Não se podem queixar que até os sábados estou fazendo receitas para que possam cuidar de sua saúde! 😉
Espero que as receitas anteriores lhes tenham dado bons resultados. Lembrem-se de deixar o seu comentário! Me interessa saber se ele gostou do sabor e, sobretudo, se têm observado os seus benefícios.


RECEITA DE SUCO ANTIOXIDANTE


Atendendo a que estamos submetidos continuamente a ação dos radicais livres, gerados por diversos fatores, tais como; o stress relacionado com o trabalho, a poluição ambiental, a falta de sono, os maus hábitos (fumo, álcool, etc..), me pareceu oportuno projetar um suco antioxidante (suco para meus seguidores centro-americanos e Sul-americanos) para combater essas substâncias que oxidam o nosso corpo e nos fazem envelhecer de forma prematura dia-a-dia..
Assim, deixo aqui a receita do suco anti-envelhecimento!!!!


SUCO ANTIOXIDANTE


Ingredientes:
-1 copo de mirtilos
-1 xícara de amoras
-1/2 Beterraba
-1/2 cenoura
-1/2 pepino


Preparação:
Você deve Colocar todas as frutas no liquidificador, previamente cortadas e lavadas e descascadas no caso da beterraba, cenoura e pepino.
Se quiser que fique um pouco mais líquido pode adicionar um pouco de água.
Bates tudo até que fique um líquido homogêneo e esta pronto!


NOTA: Se gosta mais doce, umas folhas de STEVIA (adoçante natural) ou mel podem ser uma boa opção.
Você pode guardá-lo no frigorífico até 24 horas, mas lembre-se que as vitaminas vão perdendo… O melhor é consumir imediatamente.


receita de suco antioxidante
INFORMAÇÃO NUTRICIONAL


Mirtilo:


Alto conteúdo em vitamina C
Anti-séptico natural.
Previnem infecções do tracto urinário, graças às suas antocianinas apresentam.
Intervêm nos processos de regeneração celular
Facilitam a absorção de ferro
Antioxidantes
Anticancerígenas


Amoras:


Ricas em vitamina E, vitamina C, flavonóides, ferro e fósforo.
Ricas em antocianinas (antioxidante) que nos protegem dos radicais livres.
Favorece a formação de colágeno
Reforça as defesas
Reduzem o risco de arterosclerosis
Previnem doenças oral (gengivite, cáries,etc)
São cardioprotectoras
Regulam o metabolismo das gorduras e aumentam os níveis de colesterol bom (HDL)
Efeito anticancerígeno


Cenoura:


Rica em beta-caroteno (provitamina A)
Regula os níveis de colesterol
Previne o envelhecimento prematuro da pele
Protege a nossa visão das agressões externas
Efeito saciante
Aumenta o número de glóbulos vermelhos
Desintoxicante


Pepino:


Ideal para dietas de emagrecimento por suas poucas calorias.
Fonte de fibra.
Protetor da mucosa gástrica e intestinal.
Poder saciante
Diíuretico e depurativo.
Combate a acne pelo seu efeito adstringente.
Em máscaras hidrata e protege a nossa pele.


Beterraba:


Rica em fibras, ferro, iodo, e ácido fólico.
Alimento antianémico.
Efeito laxante por seu alto teor de fibra.
Reforça o sistema imunológico,
Reduz o mau colesterol (LDL).
Energizante pelo seu alto conteúdo em hidratos de carbono
Ideal para as grávidas devido ao seu conteúdo em ácido fólico.


 

EMAGRECIMENTO

5 nutrientes essenciais da dieta vegana

Que uma pessoa se define como vegana não significa que sua dieta seja mais ou menos saudável. Pode ser desequilibrada ou pode ser tão energética que lhe permita ser a pessoa mais rápida do mundo, como Carl Lewis em seu dia, ou uma imbatível tenista como Venus Williams.

Há pesquisas que indicam que a maioria dos vegetarianos não sofrem de deficiências nutricionais, mas que a sua saúde é melhor. Cientistas da Universidade de Loma Linda (Eua) descobriram que os vegetarianos têm mais chances de viver mais anos do que os onívoros e que os ovo-lacto-vegetarianos.

Dieta equilibrada

Nem seguir uma alimentação vegana ou nem para comer “de tudo” nos garante uma alimentação completa e equilibrada, mas é verdade que os ossos estão mais expostos a algumas deficiências. Mudar de hábitos e substituir os ingredientes de origem animal por outros exclusivamente vegetais exige, informar-se e tomar decisões corretas para não sofrer nenhuma carência nutritiva.

1. Vitamina B12

O corpo acumula entre 2 e 5 mg de vitamina B12, a metade no fígado. Devido a essas reservas, uma deficiência na obtenção dietética pode dar sintomas um tempo mais tarde. Este atraso depende da idade (é muito mais rápida em crianças) e de fatores genéticos e fisiológicos individuais.

Não foi provado que nenhum alimento vegetal aporte suficiente B12 em forma assimilável. É necessário tomar suplementos (2.000 mcg por semana). É essencial para o sistema nervoso e o metabolismo energético.

Vegetarianismo e saúde

2. Riboflavina ou vitamina B2

Obter quantidade suficiente de vitamina B2 é necessário para manter saudáveis a pele e os olhos. Também intervém na produção de energia. Dermatite, aftas e úlceras na boca e lábios podem ser sintomas de deficiência de B2.

Mesmo que se encontra nos alimentos de origem vegetal, o faz em proporções menores que os de origem animal. Para certificar-se de que se chegue à dose diária recomendada (1,7 mg), há que incluir alguns destes alimentos nos menus diários: amêndoas, bananas, couve, levedura de cerveja, espinafre, gérmen de trigo, legumes, aspargos, cogumelos, arroz selvagem e cereais integrais.

3. Omega 3

É fundamental para a saúde do coração e do cérebro. Em uma dieta onívora, sua principal fonte alimentar é o peixe azul ou oleoso, mas o corpo pode sintetizar a partir do ácido alfa-linolênico, que se encontra de forma abundante nas sementes de linhaça, chia, sacha inchi e cânhamo, e, em muito menor medida, nas nozes e outros frutos

No entanto, o grau de conversão é reduzido e é difícil chegar a 220 mg diários que se aconselham. A solução está em recorrer aos alimentos enriquecidos ou suplementos à base de microalgas.

Ácidos graxos em equilíbrio

4. Cálcio

Os produtos lácteos são a principal fonte de cálcio na dieta de muitas pessoas. Um estudo da Universidade de Oxford (Reino Unido) mostrou que 75% dos veganos ingerían menos cálcio do recomendado e sofriam mais fraturas.

Este problema pode ser devido a uma incorrecta escolha de ingredientes , porque obter os 400-1.000 mg diários necessários não representa uma grande dificuldade.

O cálcio está presente em berzas, nabos, couves, feijão, amêndoas e outros frutos secos, sementes de gergelim e outras sementes, algas, brócolos, ameixas, laranjas, damascos e até na água, o que não é nada difícil atingir as necessidades diárias mínimas se os cardápios são variados e equilibrados.

Ossos saudáveis

5. Ferro

Alguns nutricionistas advertem que os vegetais não fornecem ferro “heme”, o mais facilmente absorvível pelo organismo e que só se encontra nos alimentos de origem animal. Portanto, é certo que os veganos podem precisar ingerir mais ferro, mas também podem favorecer a sua assimilação para não sofrer de nenhuma deficiência.

Nozes, sementes, legumes (sobretudo, lentilhas, grão-de-bico e tofu), sementes (como quinoa e milho), frutas (ameixa, passas, tâmaras), batatas e vegetais (espinafre, couve) são ricos em ferro. É importante acompanhar esses alimentos de frutas e vegetais frescos, uma vez que la absorção do ferro pode se multiplicar por seis, com uma ingestão de vitamina C.

É fácil saber se está fazendo o bem, pois a deficiência de ferro é detectado através de sintomas como cansaço, falta de ar ou nas mucosas da boca e dos olhos (interior da pálpebra inferior esbranquiçada).

Outros nutrientes

Não é difícil obter o resto de nutrientes. As proteínas e minerais como o zinco e o selénio são encontrados em legumes, cereais, frutos secos e sementes. A vitamina D é obtido passando tempo suficiente ao ar livre, pois é sintetizada na pele sob a ação do sol. Sobretudo nos meses de frio e de menos sol, podem ser comparadas a necessidade de tomar um suplemento diário.

Suplemento para emagrecer combinado com dietas:

Perfect Caps – Você já ouviu falar sobre ele?

Este é um suplmento revolucionário e cem por cento natural que vai atuar em seu corpo de dentro para fora e desintoxicar, regular seu intestino e acabar com o inchaço.

http://diarioradical.blog.br/wp-content/uploads/2018/09/perfect-caps-corpo-moderno.png

Além disso o perfect caps  ele acelera o metabolismo e age nas gorduras localizadas, fazendo com que você emagreça de uma forma mais segura, rápida e sem sofrimentos. Você não vai perder, não é mesmo?

 

EMAGRECIMENTO

5 mentiras sobre a dieta vegana que você deve deixar de acreditar

Quando se coloca pela primeira vez a possibilidade de mudar a nossa alimentação para uma dieta vegana nos assaltam um monte de dúvidas. E é normal.

Como todo processo de mudança, precisamos de informações e é ainda mais importante quando se trata de modificar hábitos em algo tão importante como a nossa alimentação.

Mas, para além das dúvidas que podemos enfrentar quando nos falta informação, se é verdade que ao redor do veganismo há toda uma série de mitos (alguns chegam a ser até engraçados), que às vezes nos impedem por pousar sobre crenças muito arraigadas em nossa sociedade.

As concepções erradas mais comuns sobre a dieta vegana

Vamos desmontar os 5 mais frequentes, esses que provavelmente vai ouvir em qualquer jantar de família ou comentar o trabalho, a possibilidade de começar a substituir a carne em sua alimentação.

1. Uma alimentação vegana é mais cara

O certo é que um carrinho de compras cheio de produtos vegetais não só não é mais cara, mas que, geralmente, é mais econômica do que uma com carne, peixe ou leite, pois estes produtos aumentam significativamente o preço final.

As leguminosas, os cereais e os legumes já fazem parte de nossa dieta e que são a base de uma alimentação vegana.

Existem também produtos especializados para substituir a carne na nossa alimentação, mas não são necessários, se enquadram dentro da categoria de “caprichos” que podemos dar a nós mesmo que fazemos quando fazemos uma dieta onívora.

Marketing alimentar

Quando se diz que estes “caprichos” como enchidos, queijos, carne vegetal são mais caros do que a sua versão de origem animal, é importante que nos vamos perguntar o porquê.

E é que, além da lei da oferta e da demanda, para que a carne e os produtos animais são mais económicos, os animais estão vivendo verdadeiros infernos de superlotação e maus-tratos nas fazendas industriais.

Maus-tratos impune

2. Os vegetarianos só comem alface e tofu

Um dos mitos é, por excelência, é que a alimentação vegana é pouco mais do que a salada e o tofu, algo completamente falso e basta dar uma olhada em todos os pratos que existem na nossa dieta que já são totalmente veganos.

Arroz, massas, pratos, sanduíches, doces… Nossa geladeira já está cheia de opções veganas e mesmo quando não estamos conscientes disso.

Além disso, a variedade de uma alimentação 100% vegetal é muito ampla e permite-nos descobrir um monte de sabores, texturas, combinações de alimentos e receitas de todo o mundo que são uma verdadeira experiência para o paladar.

A alimentação vegana é uma porta aberta para um mundo de possibilidades e a enorme quantidade de blogueiros e instagramers que compartilham diariamente suas deliciosas receitas que são boa prova disso.

3. “Você e de onde você vai tirar as proteínas?”

O que seria de uma conversa sobre o veganismo sem uma boa menção ao mito das proteínas!

Esta é uma das crenças mais difundidas, mas o certo é que existem muitas fontes de proteína vegetal , bem como combinações de alimentos (como as leguminosas, combinadas com cereais) que nos fornecem, sem dificuldade, a quantidade de proteína que nosso organismo precisa.

Muitos alimentos que já são habitualmente em uma dieta onívora, como legumes, frutos secos, sementes e outros, como o tofu, o tempeh ou o seitan, são deliciosas opções para cobrir bem a nossa necessidade diária desta macromolécula.

Energia vegetal

4. Não vale para toda a família

O Falso! As dietas vegetarianas e veganas bem planejadas são perfeitamente saudáveis, nutricionalmente adequadas e podem trazer benefícios para a saúde na prevenção e tratamento de certas doenças.

São adequadas durante todas as etapas do ciclo de vida, incluindo gravidez, lactação, infância, infância e adolescência e para atletas.

E o diz é a Associação Americana de Dietética, a maior organização norte-americana de profissionais de nutrição, com mais de 72.000 membros.

Alimentação saudável

5. As pessoas veganas são debiluchas

Outro dos mitos mais comuns é que com uma alimentação vegana perder força, resistência ou nos encontraremos fracos, algo que é completamente falso, como demonstra o número cada vez maior de atletas de elite, veganos, ou seja, que levam a uma alimentação 100% vegetal.

Por exemplo, Patrik Baboumian obteve o título de “O homem mais forte da Alemanha” e afirma que uma dieta baseada em frutas, vegetais, cereais e legumes, lhe fornece a proteína e nutrientes suficientes para construir massa muscular e fortalecer o seu sistema imunológico, sem obstruir as artérias com gordura saturada.

Desafio Solidário

O atleta Carl Lewis, as tenistas Venus e Serena Williams, criador do Street Workout e Calistenia, Frank Medrano ou o ultramaratonista Scott Jurek demonstram que uma alimentação vegana é perfeitamente compatível até mesmo com a prática esportiva de alto nível.

Que os mitos não sejam uma barreira, pois tanto a sua saúde, como o planeta e os animais agradecer-lhe que encha seu menu de solidariedade.

EMAGRECIMENTO

6 falsidades de dietas para emagrecer

Muitas dietas para perda de peso baseiam-se em pareceres sem nenhum fundamento científico, e até se atrevem a dar dicas extra para acelerar e facilitar a perda de peso.


De fato, o mundo dos métodos e técnicas para perder peso, destaca-se por estar enfeitado de mentiras e enganos que não fazem outra coisa que prejudicar a sua saúde e fazer você engordar.


Por este motivo, hoje te revelo 6 dos mitos mais comuns que anunciam as dietas para emagrecer com provas científicas que confirmam a sua falsidade. O Mito ou realidade?


1. Todas as calorias são iguais


A caloria é uma medida de energia, pelo que todas as calorias (na verdade, quando falamos de calorias, neste contexto, estamos nos referindo a quilocalorias: mil calorias) valem o mesmo: isto está claro.


No entanto, as calorias têm efeitos diferentes no organismo, dependendo do alimento, do qual procedem, já que cada alimento sofre um processo de metabolização diferente (1).


Uma caloria de proteína não é o mesmo que uma caloria de gordura ou carboidratos, e uma caloria sólida não é o mesmo que uma caloria líquida.


Por exemplo:



As calorias presentes nas proteínas aceleram o metabolismo, reduz o apetite e melhoram a função de algumas hormonas reguladoras de peso (2).


As calorias provenientes de alimentos integrais saciar o apetite que as calorias provenientes de alimentos refinados.


E quando você ingere calorias líquidas, estas se somam ao número total de calorias, sem ocorrer uma diminuição proporcional do consumo de outros alimentos, tal como acontece com as calorias sólidas (3).


2. Perder peso é um processo linear,


Eu já disse muitas vezes que perder peso é um processo que requer tempo e paciência e, claro, não se trata de um processo linear.


Há dias em que você a perder peso e dias em que você sente vontade de.


Não obstante, esta é uma situação completamente normal, já que é muito provável que um dia você tenha retido mais líquidos do que o habitual ou que seu aparelho digestivo contenha mais alimentos.


Além disso, esse “desequilíbrio” é mais pronunciado em mulheres, que experimentam uma notável variação do peso líquido durante a menstruação (4).


Enquanto a tendência geral seja sempre decrescente, não importa se o seu peso diminui e aumenta: você notará os resultados a longo prazo.


3. “Come menos e ande mais”


A gordura que se acumula em seu corpo é simplesmente energia armazenada (calorias) e para perder gordura é necessário queimar mais calorias do que ingere, não é verdade?


Por esta razão, parece lógico dizer que “comer menos e se mover mais” equivale a perder peso.


No entanto, o certo é que a redução de calorias e aumentar o exercício físico produz resultados a curto prazo, mas, em muitas ocasiões, este conselho provoca um aumento de peso a longo prazo (5).


Em outras palavras:


Dizer a uma pessoa com excesso de peso que coma menos e se mover mais é como dizer a uma pessoa alcoólica que beba menos: totalmente ridículo e ineficaz.


Cuidado: Naturalmente, estamos falando estritamente de perder peso. Não estamos negando os benefícios do exercício para o organismo em geral e o coração em particular.


4. A gordura engorda


Desde sempre, foi acusado o consumo de gordura de ser o responsável pela epidemia de obesidade nas últimas décadas.


Mas as coisas não são tão simples como parecem.


Não existe uma característica própria da gordura que provoque um aumento de peso, exceto que a gordura normalmente é encontrado na comida lixo repleta de calorias.


Se consumir uma quantidade de calorias dentro do que o normal, a gordura não te faz engordar.


De fato, as dietas ricas em gordura e baixa em hidratos de carbono estão entre os métodos mais eficazes para a perda de peso (6).


Tal como ocorre muitas vezes no mundo da nutrição, isso depende totalmente do contexto.


Não há dúvida de que um consumo elevado de gordura junto a um consumo elevado de hidratos de carbono, calorias e comida lixo, você vai engordar ou sim, mas a causa não é apenas a gordura.


5. O café da manhã é essencial para perder peso


Existem estudos que mostram que as pessoas que não almoçam são mais propensas a ganhar peso do que as pessoas que tomam café da manhã.


No entanto, os ensaios controlados e mais recentes descobriram que o fato de tomar o pequeno-almoço ou não tomar o pequeno-almoço não guarda nenhuma relação com a perda de peso.


Em um estudo em que participaram 309 homens e mulheres durante 4 meses, não se encontrou nenhum efeito na perda de peso, tanto no grupo que maravilhosa como no grupo que não o fazia (7).


Por outro lado, tomar café e fazer pequenas e várias refeições ao longo do dia, não acelera o metabolismo e também aumenta a queima de calorias (8).


Se você se sentir com fome a cada manhã quando você acorda, come, você não vai perder quilos, mas também não vai ganhar.


6. Os alimentos dietéticos” favorecem a perda de peso


Muita comida lixo etiqueta e é comercializado como saudável: alimentos com baixo teor de gordura ou sem gordura, alimentos processados, sem glúten, bebidas açucaradas…


Infelizmente, este tipo de tags não servem para informar, mas sim para enganar o consumidor e inflar as receitas do fabricante em causa.


Não confie em alimentos vendidos como “dietéticos”, pois na maioria dos casos, escondem grandes quantidades de calorias, açúcares e outras substâncias que contribuem para o aumento de peso e à deterioração de sua saúde.


Dra Miriam Neto;

EMAGRECIMENTO

16 Formas inesperadas de queimar calorias sem fazer exercício

O corpo humano é definitivamente surpreendente. Autorregula sua temperatura, avisa-o por meio da dor que algo não anda bem, funciona a mil por hora, para que você esteja saudável e feliz. Muitos de nós não somos gratos a ele e não costumamos fazer nem sequer um pouco de exercício. Mas não se preocupe! Para essa gente preguiçosa, Legal.guru traz as 15 formas mais inesperadas que há para queimar calorias (mas é verdade que nada será tão saudável como fazer esporte).

1. Cantando no chuveiro

Você não tem que fazê-lo bem! Pode ser que você tenha uma voz pouco harmoniosa e também funcionará. Cantar no chuveiro pode queimar entre 10 e 20 calorias extra por música, dependendo do volume e o tom de sua voz. Em termos calóricos equivale a cerca de espargos.

2. Dá ou se recebe um abraço

Poupe vai querer dar abraços em cada esquina. Abraçar alguém durante uma hora pode queimar até 70 calorias, o que equivale a quase um copo de leite.

3. Cepíllate os dentes

Escovar seus dentes durante 3 minutos, você vai queimar 10 calorias que correspondem a mais de uma xícara de espinafre.

4. Envia mensagens de texto

“Textear” constantemente pode queimar até 40 calorias por hora. Em outras palavras, se você é daquelas pessoas viciadas em celular, você está queimando um biscoito de chocolate a cada hora.

5. Passear com o cachorro

Em média, passear com o seu cão durante meia hora te faz queimar 100 calorias, ou seja, uma madalena.

6. Vá ao supermercado

Diga adeus às razões para não sair a mercar! Agora mesmo você vai querer encher mais o carro do super-porque dar voltas com ele vai fazer você queimar 100 calorias por 30 minutos, ou até mais, dependendo do peso do carrinho de compras.

7. Beija alguém

Não acreditamos que você precisa de mais razões para beijar o seu parceiro, mas apenas no caso, aqui vai uma razão adicional: um beijo de 1 hora você vai queimar 68 calorias, ou seja, duas fatias de pão.

8. Sal de compras

É um sonho que se tornou realidade! Agora você já sabe que ir de compras, não só se relaxa, mas também te ajuda a queimar 150 calorias por hora, e queimar ainda mais em saltos e bolsas.

9. Tome um duche com água fria

Esta opção pode não ser muito atraente, mas a verdade é que sob a água fria, o seu corpo vai trabalhar o dobro para manter o calor corporal, isto o obriga a queimar até 100 calorias.

10. Assista tv

Incrível, mas é verdade. Uma hora em frente à televisão te faz queimar 65 calorias, ou seja, uma taça de vinho de 11 graus (que se pode beber, enquanto se vê televisão).

11. Limpa a casa

65 calorias por limpar janelas, 50 calorias por lavar a banheira, 200 calorias por varrer e lavar o chão. Quando terminar você terá queimado as calorias do café da manhã ou até mais.

12. Use seus jogos

Não é necessário sair de casa para fazer exercícios e queimar até 400 calorias por agora. Com uma consola Wii com jogos de dança ou esportes, poderá fazê-lo.

13. Anda depressa

Aqueles que sempre vão tarde a todas as partes têm uma grande vantagem é que andar depressa faz você queimar muito mais calorias do que imagina.

14. Sei inquieto

Está comprovado que as pessoas que não podem ficar fixas e vão de um lado para o outro queima até 350 calorias por dia a mais do que aqueles que são mais tranquilos.

15. Dá a pele dos alimentos

Seu corpo lhe custa mais energia para digerir os alimentos ricos em fibras, como a pele de frutas e vegetais.

16. Mastiga goma de mascar

A goma de mascar queima algumas calorias e ajuda a controlar a ansiedade, especialmente no momento de cozinhar. Genial, não é?

Bônus: se você comer Aipo, queimar mais calorias do que as que consome e se toma café queimar calorias mais rapidamente.

EMAGRECIMENTO

Compensa Aderir a Dieta do Projeto Fit 60d? [Eu Sei Como Aumentar o Resultado]

Projeto Fit 60d é uma forma de alimentação, a dieta tem como principal objetivo diminuir esse tipo de alimentação, o que pode ser facilmente observado os sintomas de melhorias no corpo, visto que uma pessoa que come muitos alimentos classificados como Projeto Fit 60d podem desenvolver uma série de desconfortos.

Os alimentos classificados como FOMAPs são aqueles altamente fermentáveis que dificultam a absorção pelo o intestino, é por causa disso que começam todos os sintomas de desconforto por isso que deve-se diminuir ou até mesmo eliminar esses tipos de alimentos.

https://www.saudedoshomens.net/wp-content/uploads/2018/05/projetofi60d.jpg

Entretanto existe a necessidade de uma analise profunda de cada caso, até mesmo porque cada pessoa pode ter um tipo de reação diferente a um mesmo alimento, em alguns casos algumas pessoas podem ter de tirar algo que outra que está fazendo a mesma dieta não precise.

 

Dieta Projeto Fit 60d benefícios

  • Maior qualidade de vida: ao fazer o controle Projeto Fit 60d você consegue aumentar a sua qualidade de vida de uma forma significativa, por causa de todos os outros benefícios como redução do peso.
  • Diminuição do desconforto gastrointestinal: para quem sofre com algum problema relacionado ao funcionamento do estomago ou intestino podem desenvolver sintomas ruins ao longo do tempo, por isso pode atrapalhar muito a vida das pessoas que sofrem com isso, mas os desconfortos serão reduzidos e com o tempo serão totalmente anulados, por isso vale muito a pena utilizar a dieta do Projeto Fit 60d como um padrão de vida.
  • Alimentação mais saudável: você vai conseguir analisar sua alimentação de uma forma mais critica o que pode resultar numa alimentação mais consciente logo mais saudável também, o que faz com que seu corpo todo funciona de forma mais eficiente também.
  • Redução da barriga: promove a redução da barriga por que diminui consideravelmente o inchaço abdominal, te auxiliando a eliminar esses tipos de sintomas, o que também promove a redução do peso. Quando associada a outros tipos de métodos de emagrecimento pode observar ainda resultados melhores.
  • Melhor funcionamento do organismo: ao reprogramar o funcionamento do seu organismo você poderá observar um funcionamento mais rápido, o que significa saúde.

Projeto Fit 60d no Reclame Aqui

Muitas pessoas estão fazendo o uso desse estilo de vida para aliviar os sintomas e desconfortos que atingem o estomago e o intestino, com isso as pesquisas que fazemos na internet pode nos indicar o quanto pode benéfico.

Não encontrei nenhuma reclamação sobre a dieta do Projeto Fit 60d no Reclame Aqui nem em outros tipos de sites de opiniões, o que fez com que eu tivesse muita curiosidade de entender melhor como funcionava toda essa rotina.

Dieta Projeto Fit 60d funciona?

A dieta Projeto Fit 60d funciona de verdade, primeiro é importante que você comece a levar muito a sério essa forma de tratamento, pois sua vida terá uma mudança e principalmente um avanço significativo, mas para que tudo dê certo é importante se empenhar para isso.

Projeto Fit 60d

Projeto Fit 60d são livros digitais para estimular o emagrecimento e são muito utilizados em conjunto com a dieta Projeto Fit 60d para potencializar os resultados a serem obtidos por isso têm sido muito procurado principalmente por causa dos benefícios que podemos alcançar com esse produto.

https://i0.wp.com/projetofit60d.com/wp-content/uploads/2018/01/Projeto-Fit-60D.png?resize=678%2C312

 

Projeto Fit 60d: Principais Qualidades

  • Promove o emagrecimento saudável: com o Projeto Fit 60d você conseguirá obter um resultado fantástico em relação a sua perda de peso o que facilita muito, a se manter no corpo que você deseja entretanto de uma maneira saudável para sua saúde.
  • Controla o colesterol: outra coisa que você consegue obter ao utilizar o Projeto Fit 60d é o controle do seu colesterol, que poderá ficar de maneira mais equilibrada.
  • Inibe o apetite: com a inibição do apetite, é possível manter um nível de saciedade maior, dessa forma você poderá, comer o suficiente para não passar fome mas não além do necessário, fazendo com que coma em nível suficiente o permite manter o peso em nível adequado.
  • Acelera o metabolismo: o aceleramento do metabolismo é um dos melhores benefícios que um produto pode fazer para quem quer emagrecer, visto que se torna possível manter seu organismo facilitando que você emagreça de uma maneira mais simples, visto que a queima de calorias se torna mais produtiva evitando que acumule em seu corpo.
  • Queima gordura: além de manter seu peso reduzido também auxilia na queima de gordura, onde não são apenas queimadas como também eliminadas, do seu organismo, tornando o funcionamento mais leve e limpo.
  • Controla a ansiedade: muitas pessoas sofre com a ansiedade e com isso podem desregular o processo de sua alimentação, sendo assim ao utilizar o Projeto Fit 60d você também poderá controlar a ansiedade o que pode te ajudar a manter o foco das dietas.
  • Aumenta a disposição: ajuda no aumento da energia fazendo com que você tenha mais disposição no dia a dia, o que pode auxiliar muito na vontade de realizar exercícios físicos, facilitando ainda melhor a sua qualidade de vida.
  • Regulação do intestino: um dos motivos de muitas pessoas que procuram fazer a dieta Projeto Fit 60d utilizar o Projeto Fit 60d é que ele é capaz de regular o funcionamento do intestino, fazendo com que sua barriga fique menor e preveni a prisão de ventre.
  • Desintoxicação: Projeto Fit 60d também ajuda muito na desintoxicação do organismo ao eliminar as toxinas que tornam o funcionamento do organismo de forma prejudicial.

Projeto Fit 60d funciona?

Projeto Fit 60d funciona de dentro para fora, ele tem total capacidade de fazer mudanças no seu corpo, por isso tem sido procurado por muitas pessoas. Quem o utiliza da forma correta consegue perceber, grandes diferenças.

Projeto Fit 60d Reclame Aqui

A reputação do Projeto Fit 60d no Reclame Aqui é ótima, também não encontrei nenhuma reclamação referente a ação do produto no site, ou opinião ao contrário quanto a eficácia do SFP.

Compre seu Projeto Fit 60d

Projeto Fit 60d pode ser comprado agora mesmo através do seu site oficial, onde é possível coletar mais informações, além disso pode também esclarecer algumas dúvidas referentes ao mesmo produto. Compre agora e receba em sua casa em até 7 dias.

https://saudedoshomens.net/wp-content/uploads/2018/05/projeto-fit-60d-funciona.jpg

Para você que deseja fazer o pedido do produto pelo menor preço, acesse o link pelo menor preço:

 

EMAGRECIMENTO

Alimentação, dieta e nutrição para as pedras nos rins

Posso ajudar a evitar as pedras nos rins mudando o que como ou bebo?

Tomar bastante líquido, principalmente água, é a coisa mais importante que você pode fazer para prevenir as pedras nos rins. A menos que tenha insuficiência renal, muitos profissionais de saúde recomendam tomar de seis a oito copos de 8 onças todos os dias. Fale com um profissional de saúde sobre a quantidade de líquido que deve tomar.

Há estudos que demonstram que o plano de alimentação TRAÇO pode reduzir o risco de pedras nos rins. DASH é a abreviação em inglês para “Dietary Aproximações to Stop Hypertensión” (que significa “abordagens dietéticas para parar a hipertensão”). Saiba mais sobre a dieta DASH.2

Alguns estudos têm demonstrado que o excesso de peso aumenta o risco de pedras nos rins. Um nutricionista ou nutricionista pode ajudá-lo a planejar as refeições para ajudá-lo a perder peso.

O tipo de pedra nos rins que tive afeta minhas opções de alimentos?

Sim. Se você já teve pedras nos rins anteriormente, pergunte ao seu profissional de saúde que tipo de pedra teve. De acordo com o tipo de pedra que já teve, é possível prevenir futuros pedras nos rins ao fazer alterações na quantidade de sódio, proteína animal, cálcio ou oxalato nos alimentos que come.

É possível que tenha de alterar o que come e toma-se você teve algum dos seguintes tipos de pedras nos rins:

Um nutricionista especializado em prevenção de pedras nos rins pode ajudá-lo a planejar as refeições para prevenir a sua ocorrência. Procure um nutricionista que possa lhe ajudar.

Pedras de oxalato de calico

Reduza o oxalato de

Se você já teve uma pedra de oxalato de cálcio, talvez deva evitar os seguintes alimentos para reduzir a quantidade de oxalato na urina:

  • nozes e produtos de castanhas ou nozes
  • amendoim ou amendoim), que são leguminosas e não nozes, e que têm um conteúdo alto de oxalato de
  • ruibarbo
  • espinafre
  • farelo de trigo

Pergunte a um profissional de saúde que outras fontes de oxalato de há e a quantidade de oxalato, que deve ter o que comer.

Reduza o sódio

A sua chance de ter pedras nos rins aumenta quando consome mais sódio. O sódio é uma parte de sal. Muitos dos alimentos enlatados e industrializados e refeições rápidas têm sódio. Muitos condimentos, molhos e carnes também têm.

Pergunte a um profissional de saúde quanto de sódio deve ter o que comer. Veja dicas para reduzir o consumo de sódio.

Limite a proteína animal

Comer proteínas provenientes de animais pode aumentar a sua probabilidade de ter pedras nos rins.

Um profissional de saúde pode indicar que limite o consumo de proteínas animais, incluindo:

  • carne, frango e carne de porco, especialmente as vísceras,
  • ovos
  • peixes e frutos do mar
  • leite, queijo e outros produtos lácteos

Mesmo que tenha que limitar a quantidade de proteína animal que come cada dia, é necessário certificar-se de que obter proteína suficiente. Considere a possibilidade de substituir algumas das proteínas animais em sua dieta típica com feijão, ervilhas secas, e lentilhas. Estes são alimentos vegetais que têm alto teor de proteínas e baixo teor de oxalato.

Pergunte a um profissional de saúde quanto de proteína deve comer no total, e o quanto deve ser proveniente de alimentos de origem animal ou vegetal.

Obtenha o cálcio dos alimentos

Apesar de que soa como se o cálcio fora a causa das pedras de cálcio, não é. Em quantidades corretas, o cálcio pode bloquear outras substâncias no tubo digestivo, que podem causar pedras. Pergunte a um profissional de saúde que quantidade de cálcio deve consumir para ajudar a evitar que se lhe façam mais pedras de oxalato de cálcio e para ter ossos fortes. O aconselhável é que obtenha cálcio de alimentos com baixo teor de oxalato e de origem vegetal, como os sucos, cereais e pães enriquecidos com cálcio; alguns tipos de vegetais; e alguns tipos de feijão. Pergunte a um nutricionista ou outro profissional de saúde quais alimentos são as melhores fontes de cálcio para você.

Pedras de fosfato de calico

Reduza o sódio

A probabilidade de que a formação de pedras nos rins aumenta quando se consome mais sódio. O sódio é uma parte de sal. Muitos dos alimentos enlatados e industrializados e refeições rápidas têm sódio. Muitos condimentos, molhos e carnes também têm.

Pergunte a um profissional de saúde quanto de sódio deve ter o que comer. Veja dicas para reduzir o consumo de sódio.

Limite a proteína animal

Comer proteínas provenientes de animais pode aumentar a sua probabilidade de ter pedras nos rins.

Um profissional de saúde pode indicar que limite o consumo de proteínas animais, incluindo:

  • carne, frango e carne de porco, especialmente as vísceras,
  • ovos
  • peixes e frutos do mar
  • leite, queijo e outros produtos lácteos

Mesmo que tenha que limitar a quantidade de proteína animal que come cada dia, é necessário certificar-se de que obter proteína suficiente. Considere a possibilidade de substituir algumas das carnes e proteínas animais que normalmente comeria com alguns desses alimentos de origem vegetal com alto teor de proteína:

  • leguminosas como feijão, alverjas ou ervilhas (não enlatados), lentilhas e amendoins ou amendoim
  • alimentos de soja, leite de soja, manteiga de noz de soja e o tofu
  • nozes ou frutos secos e produtos de castanhas, as amêndoas e a manteiga de amêndoas, cajus e a manteiga de caju, e os pistácios
  • sementes de girassol

Pergunte a um profissional de saúde quanto de proteína deve comer no total, e o quanto deve ser proveniente de alimentos de origem animal ou vegetal.

Obtenha o cálcio dos alimentos

Apesar de que soa como se o cálcio fora a causa das pedras de cálcio, não é. Em quantidades corretas, o cálcio pode bloquear outras substâncias no tubo digestivo, que podem causar pedras. Pergunte a um profissional de saúde que quantidade de cálcio deve consumir para ajudar a evitar que se lhe façam mais pedras de oxalato de cálcio e para ter ossos fortes. O aconselhável é que obtenha cálcio de alimentos de origem vegetal, como os sucos, cereais e pães enriquecidos com cálcio; alguns tipos de vegetais; e alguns tipos de feijão. Pergunte a um nutricionista ou outro profissional de saúde quais alimentos são as melhores fontes de cálcio para você.

Pedras de ácido úrico

Limite a proteína animal

Comer proteínas provenientes de animais pode aumentar a sua probabilidade de ter pedras nos rins.

Um profissional de saúde pode indicar que limite o consumo de proteínas animais, incluindo:

  • carne, frango e carne de porco, especialmente as vísceras,
  • ovos
  • peixes e frutos do mar
  • leite, queijo e outros produtos lácteos

Mesmo que tenha que limitar a quantidade de proteína animal que come cada dia, é necessário certificar-se de que obter proteína suficiente. Considere a possibilidade de substituir algumas das carnes e proteínas animais que normalmente comeria com alguns desses alimentos de origem vegetal com alto teor de proteína:

  • leguminosas como feijão, alverjas ou ervilhas ervilhas (não enlatados), lentilhas e amendoins ou amendoim
  • alimentos de soja, leite de soja, manteiga de noz de soja e o tofu
  • nozes ou frutos secos e produtos de castanhas, as amêndoas e a manteiga de amêndoas, cajus e a manteiga de caju, e os pistácios
  • sementes de girassol

Pergunte a um profissional de saúde quanto de proteína deve comer no total, e o quanto deve ser proveniente de alimentos de origem animal ou vegetal.

Se tem excesso de peso, perder peso é especialmente importante para as pessoas que tiveram pedras de ácido úrico.

Pedras de cistina

Tomar a quantidade suficiente de líquido, principalmente água, é o mais importante mudança no estilo de vida que você pode fazer para evitar que se formem as pedras de cistina. Pergunte a um profissional de saúde quantos líquidos deve tomar.

Dicas para reduzir o consumo de sódio

A maioria das pessoas nos Estados Unidos consomem muito sódio. Os adultos devem procurar consumir menos de 2,300 mg por dia.3 Uma colher de chá de sal de mesa tem 2,325 miligramas (mg) de sódio. Se tiver tido pedras de oxalato de cálcio ou de fosfato de cálcio, deve seguir essa orientação, mesmo se você tomar medicamentos para prevenir as pedras nos rins.

A seguir, damos alguns conselhos para reduzir o consumo de sódio:

Verifique os ingredientes no rótulo para ver se os alimentos contêm sódio escondido. Procure por termos como:

  • bicarbonato de sódio
  • fermento em pó, que contém bicarbonato de sódio e outras substâncias químicas
  • fosfato disódico
  • glutamato monossódico
  • alginato de sódio
  • nitrato ou nitrito de sódio

Referências

[2] Taylor, Fung TT, Curhan GC. DASH-style diet associates with reduced risk for kidney stones. Journal of the American Society of Nephrology. 2009;20(10):2253-2259.

[3] U. S. Department of Health and Human Services and U. S. Department of Agriculture. Dietary guidelines for Americans. Eighth Edition. 2015-2020. health.gov/dietaryguidelines/2015/guidelines. Publicada em dezembro de 2015. Informação obtida em 18 de abril de 2017.

EMAGRECIMENTO

10 dicas para atrair a atenção dos outros

A ver, com o controle da tv na mão quantos segundos se você não está em decidir que um canal não se interessa?… o cinco?, o dois?, quanto custa?


Assim acontece a quem te ouve, em poucos segundos decidir se lhe interessa o que você diz e te escuta, ou muda de canal e só há gestos.


Como se destacar? Gostaria de chamar a atenção? Como falar em público? Para que não se alterem em segundos aplica estas dicas:


1. Shhh, já calem-se, já, já vou começar a ver os de trás… Erro: não silencies seu público pedindo atenção, apenas começa. Nos cai mal, que nos cala.


2. É uma honra, um privilégio, uma distinção, bom, quase um orgasmo que hoje… erro. Cuide que quem se presente o faça de forma criteriosa, de acordo com a ocasião. Os programas muito longos, o excesso de adjetivos, a falta de jeito na esclarecimentos nos distraem e nos cansar.


3. Bom, já me conhecem…, eu sou Mary Gavião…, boa tarde meninas-moças e senhoras, jovens e senhores… Erro: se você Se apresente, não comece como sempre, como todos. A gente conhece já as expressões muito trilladas e não se preocupa em fazer-lhes caso. Melhor começa com: “era uma vez…, ocorre, pois, que…, quando estive em Paris…, 35 em cada 100 pessoas. Não nos arrulles, fale.


4. A gente decide-muito rápido se você ficar contigo ou coloca sua mente no jogo de ontem, tem um máximo de dois minutos para preservá-los. Erro: se não estiver a preparar a consciência dos dois primeiros minutos.


5. aaahoRAAA QUE LHES TENHO COISAS a DIZER… são mushhhs losss factoorsss que… Erro: usa a tua voz. A maioria das pessoas aceitam os ouvidos tons e timbres em decibéis que vão de 0 a 140 ou em megahertz que vão de 20 a 20,000, mas não têm a capacidade de ouvir tudo com clareza. Não grites e não susurres, nos desesperas.


6. A gente ouve porque quer, se importa, isso afeta você, você se beneficia ou prejudica. Também, porque sabe que pode se divertir, ilusionarse, se divertir, tirar proveito. Falar de ti, do teu, dos teus coisas que não tem nada a ver com o público, é um erro. Interessado: mantém a atenção, provoca a concentração. Se concentre nas expectativas de seu público. Nós Odiamos o “io-io”


7. Se repetir isso tantas vezes, é porque é importante, muito importante, importantíssimo…, a ver pérenme um pouco para que o encontre…, Erro: considere como público, e quando você falar, lembra-te de que se caga de quem está falando.


8. Estávamos com o assunto, com a questão…, bom, vamos voltar para onde estávamos…, Erro: concentre-se no que você diz. Vê o que você está dizendo. Se você se distrair, imagine nós.


9. Os exemplos que envolvem histórias, contos, dados, pegam o nosso interesse. Já sabemos que sabe muito, não exagere, não cometa um erro e procura despertar nossas memórias, nossa imaginação.


10. Deixa de ver o Power Point, o acordeão, que trouxe, não se comas as unhas, você deve manter a conexão com a gente. Quer atenção?, o gánatela!

EMAGRECIMENTO

10 dicas de nutrição para a família

Uma boa alimentação é a soma de hábitos, da quantidade e da qualidade de nossos alimentos; em poucas palavras, uma boa alimentação é definida por uma dieta correta.


Qual é a dieta ideal?



  • Deve ser adequada à idade, sexo, tamanho corporal, atividade física e estado de saúde de cada pessoa.

  • Incluir todos os nutrientes necessários para manter a saúde e promover o crescimento e desenvolvimento em crianças.

  • Assegurar que os alimentos estejam preparados higienicamente.

  • Que considere o gosto da pessoa, que seja variada e de acordo com os costumes e ambiente de cada pessoa.

Em poucas palavras, a dieta certa é como um quebra-cabeça cujas peças são os alimentos. Se estes se integram bem, os resultados serão os mais adequados e uma ferramenta muito útil para a correta alimentação é o “Prato do bem comer” (NOM-043), criado e desenvolvido por renomados médicos e nutriólogos mexicanos, que considera os três grupos de alimentação.


O Prato do Bem comer está dividido em três grupos:
Você deve incluir pelo menos um alimento de cada grupo em cada uma das três refeições do dia.


1. Frutas e legumes (que nos dão água, fibras, vitaminas e minerais)
2. Cereais (que inclui o pão, farinhas, omeletes, massas, cereais, que nos fornecem energia para todas as funções do corpo)
3. Leguminosas e produtos de origem animal, onde se encontram os feijões, lentilhas, feijões, leite, ovo, carne, peixe e frango


Lembre-se sempre de que esses três pontos e combiná-los com as 10 dicas básicas para melhorar a alimentação de sua família, que compartilhamos a seguir:


1. Lista de compras inteligente: inclui os ingredientes que você utilize semanal e mensal, esta divisão irá ajudá-lo a não comprar mais.


2. O lugar-chave: escolha locais que vendam produtos frescos e de boa qualidade para comprar o conteúdo de sua lista.


3. Crie Menus: é mais fácil se você acha semanalmente o prepararás. Pensa em menus que incluem os três grupos do “prato do bem comer” (frutas e legumes / cereais / leguminosas e produtos de origem animal), para que estejam completos e equilibrados.


4. Diminui o consumo excessivo de açúcar: não se esqueça de todo o doce que gostamos, apenas diminui o consumo do açúcar de mesa, morena ou moscabada, xarope de agave, açúcar de coco, maple ou qualquer outro tipo de açúcares, e sustitúyelos por adoçantes seguros como SPLENDA® (sucralose), que é o único adoçante recomendado para toda a família, pela Associação brasileira de Pediatria A.C. Adoça-se com ela sucos, águas de sabor, liquefeitos, smoothies e algumas sobremesas com os que consintas que a tua família ocasionalmente, assim você estará ahorrándoles muitas calorias de forma saudável.


5. Sua melhor amiga: a fibra, escolha sempre alimentos integrais que são ricos em fibras para ajudar o sistema digestivo.


6. Proteína certificada: certifique-se de comprar o seu proteína animal em locais de qualidade, usa peixes de águas frias, carnes com selo TIF, SAGARPA e SENASICA, assim você terá a segurança de que você está comprando conformidade com as diretrizes de qualidade. Algumas vezes por semana, substitui a proteína animal por proteína vegetal, como feijão, lentilha, entre outros.


7. Cuidado com as porções: lembre-se que a moderação é a chave para a saúde.


8. Reduz os óleos ou gorduras vegetais: Utilize quantidades mínimas ao preparar os alimentos, embora sejam gorduras saudáveis e vegetais; usa o abacate e as sementes (gorduras boas), em pequenas quantidades.


9. Não satanices nem glorifiques os alimentos: ensina para sua família a comer de tudo em quantidades e combinações inteligentes. Uma dieta equilibrada inclui alimentos disfrutables em quantidades moderadas.


10. Informe-se responsavelmente: consulta a profissionais de saúde para recomendações certeras ou fontes confiáveis, não tudo o que se publica em redes sociais tem fundamentos ou bases científicas.


11. Atividade e Hidratação: se você quiser que sua família esteja saudável, combina esses conselhos com atividade física, exercício e uma hidratação saudável.